segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Reforma- parte VI

 

Água na construção?


No post de ontem falamos sobre algumas precauções na hora da escolha do material para a reforma ou construção da casa e demos algumas dicas para auxiliar em sua pesquisa, porém, há ainda outro material importantíssimo, mas que geralmente não recebe tanto crédito: a água.

Pois é, na maioria das vezes, esse líquido nem é visto como material de construção, mas é essencial para a obra, influenciando diretamente na qualidade e segurança dela. Por isso lembre-se de contar a água nos gastos da obra.

Isso porque ela é utilizada em quase todos os serviços: na elaboração do concreto e argamassa, na compactação dos aterros e como ferramenta nos trabalhos de limpeza, resfriamento e cura do concreto.



Segundo o Engenheiro civil e de Segurança do trabalho, Antônio Filho Neto, para a confecção de um metro cúbico de concreto, se gasta em média de 160 a 200 litros e na compactação de um metro cúbico de aterro pode ser consumido até 300 litros de água.

Porém, deve-se atentar para as qualidades químicas dela. De acordo com o engenheiro, para garantir a homogeneidade da mistura, o líquido não pode conter impurezas e deve se enquadrar nos parâmetros recomendados pelas normas técnicas.

Segundo a Norma Mãe do Concreto da ABNT, conhecida como NB-1, a água destinada ao amassamento do concreto deverá ser isenta de teores prejudiciais de substâncias estranhas. A água potável deve possuir um pH  entre 5,80 e 8,0 e respeitar os seguintes limites máximos:


- Matéria orgânica (expressa em oxigênio consumido). 3mg/l
- Resíduo sólido........................................5000mg/l
- Sulfatos (expresso em ions SO4) - - ............... 300mg/l
- Cloretos(expressos em ions CL) - .....................500mg/l
- Açúcar.....................................................5mg/l

Se houver excesso de impurezas e sais dissolvidos na água, a preparação de concretos e argamassas fica comprometida. Portanto preste atenção a essas indicações e tenha cuidado na seleção de água para as obras, busque providenciar uma que esteja de acordo com esses limites. Qualquer dúvida, peça ajuda a um profissional para não sair prejudicado!

         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...